Adotar é um ato de amor.







23 de abril de 2011

Absurdo: Prefeitura de de Alto do Rodrigues - RN mata 26 cães

A prefeitura justificou a barbárie alegando que se tratava de uma ação contra o calazar, só que não avisou aos donos dos animais e nem ao restante da população. Cachorro poderia ser considerado quem faz isso contra seres indefesos, acho que os animais somos nós. Diga não a crueldade contra animais. video

11 de abril de 2011

Cadelinha encontrada


Essa cadelinha foi encontrada sábado dia 9 de abril de 2011 nas proximidades da rótula do Parque Dom Bosco por volta das 19:00 horas. Estava um movimento muito grande na rua aquela hora, e então ela foi pega, com o intuito de achar seu dono, e protegê-la. Quem souber quem possa ter perdido entre em contato conosco.

25 de março de 2011

Brigas de Cachorros


Brigas de Cachorros/Miséria Humana: Qual o limite que pode chegar um ser humano, diante de uma situação de extrema miséria? E o que acontece com os nossos sentimentos de piedade e compaixão, que fazem nos orgulharmos de sermos considerados humanos? Esse é um dos topicos, que mais chama a atenção no livro Ensaio sobre a Cegueira, de José Saramago. Que destaca a miserabilidade da condição humana, diante do desespero, da falta de condições dignas, pois diante da indignidade, o ser humano se torna ainda menos digno. E está é a mesma impressão que se tem, lendo a notícia do jornal The New York Times, divulgada pela Folha de S.Paulo. Contando detalhes sobre as brigas de cachorros realizadas em Cabul (Afeganistão), que é uma região de extrema miséria, e nestas condições. A aposta em brigas de cachorros, estimula a imaginação de apostadores que sonham embolsar uma boa quantia, e tambem incentivam os criadores que se absolvem da culpa argumentando que os cachorros são bem tratados e alimentados.
Então se eles têm um bom tratamento, com boa comida e teto, o que é uma insignificante cruel e sangrenta luta. Que causa grande sofrimento, e inclusive a morte violenta de muitos cachorros, para impedir a oportunidade de obtenção de grandes lucros pelos donos dos cachorros, apostadores e tambem para divertir a plateia. Formada por milhares de pessoas, especialmente em um país tão pobre. Pois a defesa para a proliferação desta barbaridade, que eles classificam como “esporte”, é a busca de diversão em uma terra com poucas oportunidades, e tambem é uma vocação natural, herança de décadas de guerra. Então, para distrair as massas, as autoridades constituidas, não so ignoram como tambem incentivam, estes eventos sanguinarios. Bem ao estilo pão e circo, e a luta sanguinaria e mortal entre os cachorros, passa então a ser uma consequencia funesta da miseria humana.
E são colocados para brigar até a morte, não somente cachorros, mas tambem galos, cabras, carneiros, camelos, e estes verdadeiros teatros de barbarie, são realizados no minimo duas vezes por semana. Em que os atores, são inocentes e inconscientes animais, que são cruel e sanguinariamente barbarizados. Entretanto na cultura ocidental, incluindo o Brasil, que trata os cachorros como um integrante da família, a simples menção de uma cena de cachorros lutando de forma sangrenta até a morte, choca e revolta. Pois aqui no Brasil, os cachorros têm nomes, como Ted, Rex, Lulu e tantos outros, com casinha, cobertor e laço na cabeça. E a maioria das pessoas, se sentem indignados e revoltados com tamanha barbárie. Entretanto, muitos destes responsaveis por cachorros e outros animais de estimação, escolhidos para fazerem parte de nossa convivência.
Reservam um espaço nas suas agendas para se divertirem em rodeios, participarem de brigas de galo, torcerem na farra do boi ou bater palma para os elefantes forçados a fazer graça nos circos, mas quanta incoerencia e hipocresia. Pois em Cabul, eles pelo menos têm a desculpa da falta de diversão. E nós, com acesso a emissoras de TV do mundo todo, uma vida com opções de lazer com teatro, cinema, esportes, livros, praias e outras paisagens maravilhosas, internet acessível. Que desculpa temos, para fazer do sofrimento dos animais a nossa diversão? Até que ponto vai a miserabilidade humana, que nos torna indignos mesmo quando podemos viver com dignidade? Até onde vai a presunção dos seres humanos, em achar que os animais são seres inferiores, e estão aqui para nos servir. Ou então que eles devam ser preservados, somente para que as gerações futuras possam velos, como se eles vive-sem em função dos interesses humanos. Entretanto independente da especie humana e seus interesses, os animais devem ter a sua integridade e sua dignidade respeitados, pelo fato de serem uma vida. E nenhum "animal" por mais sanguinario e primitivo que seja, desrespeita e despreza tanto a vida, como o proprio ser humano.

14 de outubro de 2010

Cão de porte grande para doação






Olá pessoal!
O Bonachão foi encontrado no centro de Itajaí-SC, mais ou menos a uma semana e meia.
Ele é um cão de porte grande, com aproximadamente 11 meses, um bebezão.
É um cão carente, carinhoso e dócil, adora brincar, super ativo, e um ótimo cão de guarda.
Precisamos urgentemente doa-lo pelo fato de não termos condições de ficar com ele, na casa aonde ele está nesse momento, moram mais 30 cães, e os vizinhos estão reclamando
muito, por isso peço por favor nos ajude a encontrar um novo lar para ele.
Entrem em contato conosco
fone: 99559529

7 de outubro de 2010

Meg


Quem sabe possa ser você que irá adotá-la.
Um doce de menina, provavelmente foi muito mal tratada, pois tem um pouco de medo, mas nada que com muito carinho não se resolva.
Entre em contato conosco animaisitajai@hotmail.com

Julieta


A Julieta foi resgatada essa semana, pelo tamanho de sua barriguinha, logo logo ganhará seus bebês.

Feira de Doação de Animais

10 de setembro de 2010

Adoção - Ato de amor e de responsabilidade


Na hora de escolher um companheiro peludo, seja ele canino ou felino, algumas perguntas vem imediatamente à tona: qual a raça ideal? E, ainda: quanto ele vai custar?
Mas as respostas podem vir em forma de outra pergunta, bem diferente das esperadas: por que não adotar? Nas ruas, muitos cães esperam por companhia. São cães e gatos de raça ou vira-latas, de diversas personalidades e tamanhos, que certamente têm muito carinho e momentos de diversão a proporcionar.

Na hora de adotar, os filhotes ainda são os preferidos, mas outras dezenas de cães que não entram neste perfil continuam aguardando quem possa dar-lhes um lar definitivo, muitas vezes a espera é longa, e para alguns esse dia nunca chegará.

Benefícios de adotar um animal já adulto

Ao contrário do que muitos pensam, adotar um animal já adulto traz muitas vantagens.
*Mais tranqüilos, não latem muito e não choram à noite;
*São mais obedientes por já terem uma capacidade de assimilação maior;
*São mais independentes, caso tenham que ficar sozinhos por algumas horas;
*Dificilmente destroem sapatos, móveis ou coisas dentro de casa;
*Aprendem a fazer as necessidades no local adequado com maior facilidade e velocidade;
*É mais fácil saber, antes de adotar, se ele é quieto, brincalhão, se gosta de correr ou se é mais reservado;
*Você não terá dúvida alguma sobre o tamanho dele;
*Se adaptam rapidamente ao ambiente e às pessoas da casa, incluindo as crianças;
*São mais atentos a chegadas de pessoas; no caso de cães, defendem mais a casa;
*Serão amigos fiéis e eternamente gratos a você

Na adoção de um animal adulto, ao contrario do filhote, o trabalho é sempre muito menor, pois ele passará apenas por um período de adaptação à nova casa. Este período é quase sempre muito curto, pois o animal adulto que vem de um abrigo ou das ruas tem muita gratidão pelas pessoas que o recebem em seus lares e demonstrará essa gratidão claramente tornando-se, em muito pouco tempo, um companheiro fidelíssimo, obediente e muito carinhoso. Os animais adotados já adultos fazem de tudo para agradar, por isso fica mais fácil educá-los.

Ao contrário do que muitos acreditam, o cão adulto, quando adotado, aceita muito facilmente a mudança em sua vida (que sempre será para melhor), torna-se um animal muito alegre que, certamente, será seu maior amigo.

A primeira coisa a ser feita antes de adotar um animal de estimação é analisar se você está realmente pronto para tê-lo em sua companhia. A vida média dele será de 10 a 15 anos e haverá gastos com ração e veterinário. Além disso, ter um bicho requer tempo para passeios e brincadeiras. Não se esqueça de que terá de pensar o que fará com ele quando as férias chegarem.

Itajaí- Feira de doação de animais - Comprefort dia 18/09 a partir das 11h

9 de setembro de 2010

Toddy para doação



Esse garotinho está procurando um novo lar.
Super dócil, carinhoso, adora brincadeiras.
Super fiel e companheiro.
Está esperando por você!!!!!!
Adote o Toddy Contato: animaisitajai@hotmail.com

17 de agosto de 2010

Curiosidades: Xixi, beijinho e cavar buracos


Você sabia que os machos fazem xixi de perninha levantada para a urina ficar na altura do focinho de outros cães?
É dessa foram que os lobos demarcam território. Algumas fêmeas fazem isso por terem sido expostas a testosterona quando estavam no útero!

Seu cachorro te dá lambinhas como se fossem beijinhos?

Eles herdaram isso dos lobos. Os lobinhos comem comida regurgitada pela mãe. Já os cachorrinhos não. Mas eles mantém traços desse instito: algumas raças tem o hábito de comer o próprio vômito e, quando seu cão pula na sua cara para dar "oi", ele está pedindo para você regurgitar comida para ele.

Já viu um cachorro cavando algum buraco como louco?
Esse instinto de cavar, também veio dos lobos. Os lobos comem presas pequenas, como marmotas, que se escondem debaixo da terra. Eles nascem sabendo cavar. O instinto passou para os cães, e foi aprimorado pelo homem (via seleção genética) em raças usadas para caçar coelhos e raposas.

Fonte: Revista Superinteressante

11 de agosto de 2010

Adotem a Lora




Sou uma cadelinha extremamente dócil com as pessoas, adoro companhia delas.
Adoro brincar, e dormir.
Se tiver interesse em adotar essa peluda que precisa de amor, fale conosco.
Msn - e-mail : animaisitajai@hotmail.com

6 de maio de 2010